A+

A-

Horário de atendimento: Segunda à Sexta - 7:30 às 11:30 - 13:00 às 17:00

(51) 3775.1100

Horário de atendimento: Segunda à Sexta - 7:30 às 11:30 - 13:00 às 17:00

NOTÍCIAS

Voltar

Cavalgada lembra o histórico combate do Fão

02/10/2019

Durante a segunda semana de setembro ocorreu uma cavalgada, com percurso de 140 quilômetros, para relembrar o Combate do Fão, episódio da Revolução Constitucionalista de 1932 ocorrido na localidade de Barra da Dudulha, limites entre Pouso Novo, Progresso e Fontoura Xavier. Os cavalarianos partiram até Soledade. Na localidade de Barra do Dudulha, foi realizada uma solenidade que lembrou os 87 anos do episódio, junto ao cemitério onde estão sepultados seis corpos de combatentes. O prefeito Aloísio Brock e a vice-prefeita, Liane Parise Nardino, acompanharam a solenidade, representando Pouso Novo. Segundo o prefeito Aloísio, eventos assim são importantes para resgatar a história da região. "Nos orgulhamos de participar de uma solenidade assim, que buscam contar um pouco da nossa história e também deixar um legado para as futuras gerações." O Combate do Fão O episódio foi marcado por um violento combate entre apoiadores gaúchos da Revolução Constitucionalista e tropas armadas do governo estadual de Flores da Cunha na Barra do Dudulha, na época divisa entre Soledade e Lajeado, entre 12 e 13 de setembro de 1932. Um grupo de constitucionalistas comandados pelo general Cândido Carneiro Júnior (Candoca) partia em direção a São Paulo para prestar auxílio aos paulistas na revolução. O objetivo era depor o presidente Getúlio Vargas. Do outro lado, uma tropa do governo, com cerca de 200 soldados, era acionada para combater os oposicionistas. O número de mortos até hoje é uma incógnita. No cemitério da localidade estariam sepultados seis corpos de combatentes. Fonte: O Informativo do Vale Fotos: Clic News